29 de jun de 2016

Sport Vence a Segunda na Copa Damol e se Isola na Liderança

Postado por Fabrício Cordeiro

Pedro Antônio, comemora o terceiro gol do Sport


Vindos de Vitórias, Palmeiras e Sport entraram em campo em busca de mais três pontos que colocaria o vencedor muito próximo das semifinais.
O primeiros dez minutos de jogo foi de amplo domínio rubro-negro. Com boa movimentação e toque de bola, o gol do Cacique parecia maduro. Gel, Pitico e Caio, esbarraram na trave e nas boas intervenções do arqueiro alviverde, Magrão. A partir daí, o verdão da COHAB equilibrou a partida e conseguiu abrir o marcador com Diego Bala, após cruzamento da direita que Golinha escorou de cabeça para Diego marcar.  Pouco depois, Bruno é obrigado a fazer grande defesa evitando o segundo do Palmeiras. Quando todos achavam que o placar do primeiro tempo já estava definido, eis que, aos 47 minutos, Erinho faz grande jogada pela esquerda e bate cruzado para Caio, como autêntico camisa 9, deixar tudo igual.
A etapa complementar começa eletrizante, após cobrança de escanteio, Branco, livre, só tem o trabalho de cabeça, virar a partida para o Cacique. Mas, enquanto a torcida rubro-negra comemorava, Golinha em um belo chute deixava tudo igual novamente.
A Peleja segue tensa, indefinida, com ações ofensivas de parte a parte, mas quando todos achavam que as redes não balançariam mais, eis que o talismã rubro-negro, Pedro, entra para colocar o Sport na frente outra vez. Gel cobra escanteio e a defesa palmeirense afasta mal, Guga, devolve para a área e o polivalente Pedro desvia para fazer Sport 3 a 2. 
O Palmeiras, na base do abafa tentou buscar uma nova igualdade que por pouco não veio, cruzamento da direita para Diego Bala cabecear de cima para baixo, a bola encobre  Bruno e Romildo manda para fora frustando a torcida cohabense. Fim de papo no Cordeirão, naquele que foi até o momento melhor jogo da competição.    



0 comentários:

Postar um comentário

 

Sport Club Tabira - Copyright © 2012. Modelo de Ipietoon, modificado por Fernando Felipe e Fabrício Cordeiro.