29 de jun de 2016

Sport Vence a Segunda na Copa Damol e se Isola na Liderança

Postado por Fabrício Cordeiro Comente aqui!

Pedro Antônio, comemora o terceiro gol do Sport


Vindos de Vitórias, Palmeiras e Sport entraram em campo em busca de mais três pontos que colocaria o vencedor muito próximo das semifinais.
O primeiros dez minutos de jogo foi de amplo domínio rubro-negro. Com boa movimentação e toque de bola, o gol do Cacique parecia maduro. Gel, Pitico e Caio, esbarraram na trave e nas boas intervenções do arqueiro alviverde, Magrão. A partir daí, o verdão da COHAB equilibrou a partida e conseguiu abrir o marcador com Diego Bala, após cruzamento da direita que Golinha escorou de cabeça para Diego marcar.  Pouco depois, Bruno é obrigado a fazer grande defesa evitando o segundo do Palmeiras. Quando todos achavam que o placar do primeiro tempo já estava definido, eis que, aos 47 minutos, Erinho faz grande jogada pela esquerda e bate cruzado para Caio, como autêntico camisa 9, deixar tudo igual.
A etapa complementar começa eletrizante, após cobrança de escanteio, Branco, livre, só tem o trabalho de cabeça, virar a partida para o Cacique. Mas, enquanto a torcida rubro-negra comemorava, Golinha em um belo chute deixava tudo igual novamente.
A Peleja segue tensa, indefinida, com ações ofensivas de parte a parte, mas quando todos achavam que as redes não balançariam mais, eis que o talismã rubro-negro, Pedro, entra para colocar o Sport na frente outra vez. Gel cobra escanteio e a defesa palmeirense afasta mal, Guga, devolve para a área e o polivalente Pedro desvia para fazer Sport 3 a 2. 
O Palmeiras, na base do abafa tentou buscar uma nova igualdade que por pouco não veio, cruzamento da direita para Diego Bala cabecear de cima para baixo, a bola encobre  Bruno e Romildo manda para fora frustando a torcida cohabense. Fim de papo no Cordeirão, naquele que foi até o momento melhor jogo da competição.    



23 de jun de 2016

Em jogaço, o Sport Bate o Desportivo

Postado por Fabrício Cordeiro Comente aqui!
Sport na Estreia da Copa Damol 2016


Sport e Desportivo protagonizaram uma partida emocionante. A equipe rubro-negra com apenas 11 atletas enfrentaria um Desportivo muito forte e completinho. 
Desarrumado, o Sport não conseguia se encontrar em campo e o Desportivo foi impondo seu ritmo e dominando inteiramente a partida, a ponto do gol ser questão de tempo. E ele saiu, Flor livrou-se de Iago e cruzou para Danilo antecipar-se a defesa e fazer um belo gol. Mesmo com a vantagem, o tricolor do Bairro de Fátima continua jogando melhor e poderia ter ampliado o marcador depois da cobrança de falta de Danilo. Ele chuta rasteiro, a bola passa por um emaranhado de jogadores e entra, o bandeira anula o tento marcando impedimento. Em outra jogada polêmica, Branco tenta antecipar o atacante Flor no meio de campo e é batido, o atacante avança livre e é agarrado por Branco, o árbitro entende que o lance não seria uma chance clara e manifesta de gol e aplica o cartão amarelo. 
Na segunda etapa, o Sport volta melhor ajustado, sem cometer as mesmas falhas de marcação da primeira etapa, equilibrando a peleja.  E o que ninguém esperava aconteceu, a virada no marcador para o Sport. Dois fatores foram fundamentais para o êxito rubro-negro, a superação da equipe e o talento individual de Gel. No gol de empate, ele é lançado e quase sem ângulo acerta um balaço de esquerda para estufar a rede. Na virada, em jogada também pela a esquerda, ele se livra do seu marcador e cruza para Pedro virar o jogo para o Sport. Mais polêmica, agora quem reclama são os atletas rubro-negros, quando a partida ainda estava empatada em um a um, Carenagem vai a linha de fundo e cruza para área, a bola é interceptada pelo defensor tricolor, para o árbitro, a bola bateu na barriga, para os rubro-negros, ele cortou com o braço. E o jogão com todos os seus pormenores chega ao seu final, Sport 2x1 Desportivo.

 

Sport Club Tabira - Copyright © 2012. Modelo de Ipietoon, modificado por Fernando Felipe e Fabrício Cordeiro.