30 de nov de 2015

Matéria Vinculada no Blog Radar do Sertão no 77º Aniversário do Sport

Postado por Fabrício Cordeiro
Sport Club Tabira: 77 anos de Estrada


Quase oito décadas atrás Otacílio, Raul Pereira e Caneca, que nos deixou em fevereiro, fundavam o vovô do futebol tabirense. Longa história, recheada de bons e maus bocados.

Nessa data especial, o Blog Radar do Sertão foi saber como anda a situação do clube, lembrando que faz dez anos da demolição da sua antiga sede, a Casa de Shows O Cordeirão. Uma atitude ousada, que poderia ter custado caro, mas, pelo que apuramos, vem recompensando a ousadia.

O projeto inicial de reconstrução daquele espaço era baseado em pequenas campanhas e no esforço quase solitário de Moacir Cordeiro. Mas a partir do início das primeiras etapas, o Sport conseguiu bons parceiros nessa iniciativa, especialmente a ajuda providencial da Damol Molas, do empresário tabirense Arimatéa Silva, que vem patrocinando parte considerável do empreendimento.

Vendo a carência do município em relação ao desporto, Téa se sentiu na obrigação de colaborar e hoje é um grande parceiro do clube. Uma triste realidade, que qualquer desportista tabirense conhece bem: as duas tentativas de construção de um estádio público, em Riacho do Gado e na Cohab, em duas gestões distintas, terminaram em abandono e prejuízo aos cofres públicos.


Possivelmente, esse é o mesmo sentimento que vem tendo dezenas de tabirenses que estão colaborando na Campanha do Cimento que o Sport vem promovendo para conclusão do piso da quadra, que se vê na foto. Foram doados, até o momento, quase 180 sacos de cimento, restando ainda 250 sacos para concluir o piso. A relação dos doadores é publicada no perfil do clube no Facebook.



Segundo Moacir Cordeiro, o espaço servirá – como já vem servindo – para treinamento das escolinhas e como quadra poliesportiva. A realização de eventos no local também ajudará o clube a custear suas atividades.



Questionado sobre a perspectiva da conclusão da obra, Moca se mostrou esperançoso: “É uma obra grande, demorada pra uma associação sem recursos, mas a gente chega lá. Quem viu isso aqui há alguns anos sabe que evoluímos bastante. Mas é um passo de cada vez. A garotada fica impaciente, querendo também um campo gramado, com arquibancada, que é um direito deles, mas tem que ter paciência. A nossa prioridade é usar os poucos recursos pra concluir esse espaço, que será muito importante para suporte a todo o resto”, concluiu Moca.





Já o professor de educação física, Ari Miron, que toca voluntariamente o Projeto Prata da Casa há quase dois anos, para cerca de 100 garotos, entre crianças e adolescentes, também se mostrou esperançoso: “É muito importante concluir o piso porque significa ampliar as modalidades que a gente vai poder oferecer, e o público vai ficar maior também, já que teremos vôlei, handebol e futsal. Sem tirar que será uma chance pra gente apresentar diversos projetos”.

O atual presidente, Fabrício Cordeiro, concluiu afirmando que o Sport terá a chance de escrever uma nova página no desporto de Tabira: “Estamos esperançosos porque é essa estrutura que nos dará condições de começar um projeto de formação de atletas a longo prazo, trabalhando com eles desde a infância, introduzindo nossa filosofia pouco a pouco. No futuro, teremos atletas identificados com o clube e com a cidade”.

O Radar do Sertão aproveita para desejar vida longa ao Cacique do Pajeú. Os que quiserem colaborar com o projeto, podem procurar Moca diretamente no Cordeirão, ou ligar pro seu telefone (87) 99653-1128.

Fonte: www.radardosertao.com

0 comentários:

Postar um comentário

 

Sport Club Tabira - Copyright © 2012. Modelo de Ipietoon, modificado por Fernando Felipe e Fabrício Cordeiro.