31 de dez de 2006

O Sport conquista a Copa dos Campeões!

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
Na final da Copa dos Campeões 2006, os dois maiores vencedores do Campeonato Tabirense voltaram a reacender a rivalidade em jogo histórico. O heptacampeão tabirense, Sport Tabira, que jogava pelo empate, encarava o tricampeão tabirense, e vencedor da Copa dos Campeões 2005, o Coritiba da Borborema.

O jogo já começou emocionante, e aos 27 minutos do primeiro tempo, Ranieri cobrou escanteio na área, o goleiro Deca rebateu, e Calango cabeçeou fraco no gol vazio, a bola ainda bateu na trave antes de ultrapassar caprichosamente a linha do gol. Sport 1 a 0. Sport dominou todo o primeiro tempo, mas não conseguiu ampliar o placar. O Coritiba ainda teve um única chance, quando em dois chutes seguidos na mesma jogada a bola bateu no travessão.

No segundo tempo, o Coritiba foi pro tudo ou nada, e partiu pra cima do Sport. Logo aos 4 minutos do segundo tempo, Ronilson marca penalti duvidoso do zagueiro Romildo. O atacante do Coxa marca e confere 1 a 1 no placar. O Sport suportou até os últimos minutos a pressão alvi-verde, mas o caneco ficou mesmo com o Papai da Cidade, que com o empate se sagrou CAMPEÃO DA COPA DOS CAMPEÃO 2006!

Sport: Marcos (Ismeraldo), Ranieri, Da Silva, Romildo, Silvinho (Murilo); Calango, João Paulo, Saulo (Banduri), Flávio (Messias); Gel e Naldo (Bizunga). Técnico: Diomedes Rocha

25 de dez de 2006

Sport baila sobre o Coritiba, mas ganha apertado

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
O Sport finalmente desencantou nesse final de semana. Deu um verdadeiro baile sobre o atual campeão tabirense e ganhou por um 1 a 0, com gol de Banduri. Apesar do placar magro, o Coxa da Borborema suportou um bombardeio rubro-negro durante os dois tempos. Com o resultado, o Sport termina em primeiro na fase classificatória, superando o Coritiba, e joga a final, neste sábado contra o mesmo Coritiba, com a vantagem do empate.
No sábado os dois times já haviam garantido a vaga na final após o Botafogo, já eliminado, ganhar do Atlético de Campos Novos por 2 a 1, anulando qualquer chance do Atlético chegar a final.

Sport: Marcos (Ismeraldo), Ranieri, Roni, Romildo, Silvinho (Murilo); Calango, João Paulo, Saulo (Messias), Flávio; Gel (Banduri) e Naldo (Fal). Técnico: Diomedes Rocha

18 de dez de 2006

Sport empata com Atlético. Coritiba ganha e elimina o Botafogo

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
No final de semana, mais dois jogos esquentaram a Copa dos Campeões de Tabira. No sábado, Sport e Atlético de Campos Novos fizeram um bom jogo, com chances reais de gol para os dois lados, mas o jogo acabou mesmo sem eles: 0 a 0. Com o resultado o Sport fica em segundo lugar com 4 pontos, e o Atlético fica em terceiro, com 2.
No domingo, o Botafogo colocava todas as fichas em jogo, precisando ganhar a todo custo do Coritiba para continuar vivo na competição. Mas perdeu a segunda partida e não tem mais chances de classificação.
Na próxima semana, dois confrontos apontam os dois finalistas da competição. O Atlético encara o eliminado Botafogo no Sábado, 23, precisando apenas ganhar com mais de um gol de diferença para estar na final. Sport e Coritiba jogam no domingo, 24. Com empate entre Atlético e Botafogo classficam-se; com possível vitória do Atlético, matam-se em campo pela última vaga na final.

Sport: Marcos (Ismeraldo), Bizunga, Roni (Wellington), Romildo, Da Silva; Romário (Messias), João Paulo, Saulo (Naldo), Vanderson (Zé Horlando); Gel e Banduri. Técnico: Diomedes Rocha

10 de dez de 2006

Sport não joga bem, mas vence na estréia e é líder

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
Apesar de um time recheiado de bons jogadores, o Sport diante de um fraco Botafogo, mas como sempre muito voluntarioso, não conseguiu imprimir um ritmo forte e encurralar o adversário em seu campo. O time ocilou muito entre bons e maus momentos na partida, apesar disso conseguiu vencer e com os três pontos assumir a liderança, já que no jogo de abertura, no sábado, Coritiba e Atlético ficaram no 2x2. O gol solitário da partida foi marcado por Saulo (ainda no primeiro tempo), numa das poucas jogadas trabalhadas do Leão. Flávio lançou Gel pela esquerda de ataque, na velocidade pedalou prá cima do zagueiro Botafoguense que ficou conversando sozinho, tocou para Bandori na marca do penalti que deu um corta luz, deixando Saulo, o goleiro e o gol. Ele não teve dúvidas, Sport 1x0 Botafogo. Agora o Papai da Cidade no próximo sábado enfrenta o Atlético de Campos Novos.

Sport: Marcos (Ismeraldo), Ranieli, Roni (Adriano), Romildo, Da Silva; Calango, João Paulo (Bizunga), Saulo (Messias), Flávio (Zé Horlando), Gel (Vandelson), Banduri (Naldo). Técnico: Diomedes Rocha

26 de nov de 2006

Sport vai até Água Branca e vence o Guarani local

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
Jogando bem, o time do Sport que se prepara para a disputa da Copa dos Campeões, derrotou o Guarani pelo placar de 3 x 1. Os gols da equipe rubro-negra foram marcados por João Paulo 2x (penaltis) e Zé Horlando. O Sport vai procurar fazer mais um amistoso antes do início da competição.

23 de set de 2006

Sport cai diante de sua falta de comprometimento em campo

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
Irreconhecível em campo o time rubro-negro empata em 1 x 1 com o América de Riacho do Gado no tempo normal, mesmo placar da partida de ida, levando o jogo para as penalidades onde foi derrotado por 5 x 4. O penalti perdido pelo Sport foi batido pelo zagueiro Roni. João Paulo(que marcou de penalti o gol de empate no tempo normal), Nilson, Juliano e Gel confirmaram suas cobranças. Infelizmente apenas 2 ou 3 jogadores encarnaram o espírito guerreiro em campo e se doaram em busca da classificação. Entre eles, Romildo, um exemplo de determinação e vontade em campo que deveria ser seguido por todos.

SPORT: Ismeraldo (Marcos Bacurau); Bizunga, Roni, Romildo, Geraldinho(Silvinho); João Paulo, Messias (Juliano), Vanzinho (Wellington), Zé Orlando (Saulo); Ni (Nilson) e Gel. Técnico: Tonho Tico.

17 de set de 2006

Sport e América empatam no primeiro jogo das quartas-de-final

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
Nos primeiros jogos das quartas-de-final, o Sport ficou apenas no empate em 1 a 1 com o América, em Riacho do Gado. No Brejnho, o Botafogo ganhou por 5 a 1 do Milan; No Cordeirão, o Estrela Verde perdeu para o Coritiba por 1 a 0. E na sexta-feira, também no Cordeirão, o Bandeirante meteu 5 a 1 no Sociedade.

Em Riacho do Gado, o Sport foi superior ao América, mas não conseguiu superar a má arbitragem de Ronilson, visivelmente má-intencionada. No primeiro tempo, em dois lances, o meia Saulo foi empurrado na hora do arremate ao gol, na área do América, e nada marcou o árbitro. Apenas na terceira oportunidade, Saulo deu um belo chapeu em Marcelo, que o empurrou no momento do chute e a penalidade foi assinalada.
O Sport abriu o placar com João Paulo, aos 25 minutos do primeiro tempo, convertendo a penalidade sofrida por Saulo. No segundo tempo, o América perdeu um jogador expulso, mas conseguiu empatar depois de cobrança de falta, desviada pelo atacante alvi-rubro. Com um jogador a mais, o Sport não conseguia jogar com o preciosismo do árbitro, tentando parar o jogo com a marcação sucessiva de faltas bobas e inexistentes.
Depois do jogo ainda houve episódios tristes por parte da torcida americana, como a agressão do (ex)árbitro Luciano, torcedor do América, a um assistente que bandeirou o jogo e a vários arranhões no carro de um atleta rubro-negro.
O Sport enfrenta novamente o América no próximo domingo, dia 23, no Cordeirão. No caso de mais um empate, a disputa vai para os penaltis.

SPORT: Marcos Bacurau; Bizunga, Roni, Romildo, Geraldinho; João Paulo, Messias, Vanzinho (Wellington), Saulo (Nilson); Ni (Flávio) e Gel. Técnico: Tonho Tico.

27 de ago de 2006

Apesar de não jogar o seu melhor futebol, o Sport vence e depende apenas das suas forças para terminar em primeiro do seu grupo

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
Depois de empatar sem gols na estréia do Campeonato Tabirense, o Papai da Cidade entrou em campo sob pressão por um resultado positivo diante do Estrela Verde, o que fez com que a equipe errasse passes e finalizações em demasia. Mas apesar da intraquilidade o time mostrou disposição e muita raça para vencer a boa equipe do Estrela.

No primeiro tempo, o Leão tentava sufocar o time alviverde, mas sem criatividade e com muitos erros de passes permitia ao estrela explorar os contra ataques e chegar algumas vezes com perigo ao gol rubro-negro.
No segundo tempo, o Sport melhorou um pouco e começou a criar algumas chances de gol que não eram bem aproveitadas pelos seus jogadores, isso até os 20 minutos, quando em um rebote da defesa do Estrela, João Paulo soltou o pé e mandou a bola no ângulo esquerdo do arqueiro Adilson, que sem poder fazer nada, só assistiu a bola morrer no fundo das redes do seu gol. Com a vantagem no marcador, o Leão teve mais tranquilidade e aproveitando o desespero do adversário ampliou o placar aos 34 minutos com um forte chute do atacante Nilson que deu números finais ao jogo. Placar final, Sport 2 x 0 Estrela Verde.

O SPORT jogou com: Ismeraldo; Bizunga, Roni, Romildo, Geraldinho; João Paulo, Messias, Vanzinho, Juliano (Nilson); Ni e Gel. Técnico: Tonho Tico.

5 de ago de 2006

Jogo morno na estréia do Papai da Cidade

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
Na estréia do Sport no Campeonato Tabirense, um jogo morno e sem gols. Jogando no Cordeirão o Papai da Cidade possuiu muito mais volume de jogo, mas não chegou a pressionar o Cruzeiro de Riacho do Gado e o jogo terminou empatado em 0 a 0.
Pelos outros jogos do Campeonato, na Borborema, o Coritiba não tomou conhecimento do Internacional da Cachoeira e goleou por 11 a 0; no Brejinho, o Botafogo ganhou por 1 a 0 da Desportiva; e em Riacho do Gado, o América empatou com o Tabira por 2 a 2.
Segunda Divisão: O Sport Juvenil perdeu por 2 a 0 para o Palmeiras da Cohab, pelo grupo B; enquanto o Fluminense derrotou por 2 a 1 o Cruzeiro da Arara.

O SPORT jogou com: Ismeraldo; Bizunga, Roni, Nelson (Romildo), Geraldinho (Murilo); João Paulo, Messias, Saulo (Vanzinho), Vanderson (Wellington); Ni (Nilson) e Gel. Técnico: Tonho Tico.

29 de jul de 2006

Sport sobe a serra e estraga a festa de aniversário da Sociedade

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
Em mais um amistoso preparatório para o campeonato tabirense, o Papai da Cidade sobe a Serra da Borborema para enfrentar a Sociedade que estava aniversariando. Jogando um bom futebol estraga a festa alvi-rubra, vencendo a partida por 2x1.

Na preliminar - O juvenil do Sport empatou sem gols com o aspirante da Sociedade.

O JOGO - O Sport começou pressionando o adversário desde os primeiros instantes da partida, mas só conseguiu abrir o placar aos 20 minutos do primeiro tempo. Em cobrança de falta ensaida, João Paulo ameaçou bater forte em gol, mas apenas tocou por cima da barreira para Gel arrancar livre de marcação e colocar no canto esquerdo do goleiro.
No segundo tempo, o Sociedade empatou com uma suposta cabeçada, com a mão. Daí pra frente, o Sport se mostrou um time valente, dominando o adversário e buscando o gol, que saiu aos 36 do segundo tempo, depois de Vanzinho matar a bola no peito e ajeitar para Gel chutar forte no canto direito do goleiro. 2 para o Sport, 1 para a Sociedade.

SPORT: Marcos Bacurau (Ismeraldo); Bizunga, Roni, Nelson, Geraldinho (Sílvio); João Paulo, Messias, Vanzinho, Wellington; Zé Horlando (Ni)(Romário) e Gel. Técnico: Tonho Tico.

23 de jul de 2006

Sport vai à Afogados da Ingazeira e derrota o Nacional

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
No último sábado, o Sport jogou muito bem, foi superior ao adversário, mas não do empate. Hoje o resultado foi diferente, o Papai da Cidade, jogou novamente muito bem e sobrou em campo contra o Nacional, de Afogados da Ingazeira, conseguindo derrotá-lo por 2 a 1.
Na preliminar, o juvenil ganhou por 1 a 0 do aspirante do Nacional, com um gol de Peca.

No primeiro tempo, o Sport iniciou a partida em maus bocados, tomando um gol logo aos 10 minutos de jogo. Logo após o Nacional perdeu uma chance clara de gol, com o atacant frente à frente com o goleiro Marcos, mas chutando franco, nas mãos dele. E foi só. O Nacional morreu no jogo, e só deu o Sport. Depois de bola lançada na área, o goleiro Magal soltou nos pés de Ni, que isolou a bola, para longe. Em outra oportunidade, Ni chutou forte mas passou por cima do gol.

O segundo tempo foi um banho rubro-negro, o Sport partiu pra cima e jogand no campo adversário. Daí pra frente foi muita chuva de gols perdidos. Só aos 15 minutos, Gel deu uma pedalada em velocidade e chutou colocado, o goleiro espalmou e Ni mandou pras redes. Depois Gel chutou a bola ao gol, o zagueiro meteu a mão, e o juiz deu penalti, que Gel deperdiçou, batendo pra fora. Aos 35, bate-volta na área, a bola sobra para Saulo que colocou no ângulo direito do goleiro. Anotando números finais à partida. Sport 2, Nacional 1.

SPORT: Marcos Bacurau (Ismeraldo); Bizunga, Roni, Nelson, Geraldinho; João Paulo, Murilo (Vanzinho), Messias, Saulo; Ni e Gel. Técnico: Tonho Tico.

17 de jul de 2006

Tabelas do Campeonato Tabirense 2006

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
Baixe as tabelas dos Campeonatos Tabirense: Primeira Divisão e Segunda Divisão.

15 de jul de 2006

Embora em jogo equilibrado e bem jogado, Sport e e São Paulo, de Solidão/PE, acabam empatando sem gols

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
Há muito não se via jogo tão bem jogado no certame do Cordeirão, mas pra infelicidade de todos, mesmo com muitas chances claras de arremate, acabou sem gols.
Na preliminar, o juvenil ganhou apertado por 1 a 0 do aspirante de Solidão, com gol de Du..
No jogo principal, o jogo começou equilibrado, mas com o Sport criando boas chances com Saulo, um forte chute de Ni e também Gel. O São Paulo chegava na intermediária rubro-negra, mas não conseguia chutar a gol.
No segundo tempo, o Sport fez um dos bons jogos que há muito não se via. Passou a maior parte do tempo no campo adversário, tocando bem e abrindo muitos espaços, dando muitos chutes a gol, que não aconteceram graças ao goleiro tricolor. No final, ficou faltando somente o gol, mas motivou bastante o time para o início do Campeonato Tabirense.

SPORT: Marcos Bacurau; Bizunga, Roni (Peca), Nelson, Murilo; Geraldinho, Fal, Messias (Wellington), Saulo; Gel e Ni. Técnico: Tonho Tico.

8 de jul de 2006

Sport joga mau contra o fraco Tabajara, da Ingazeira/PE, mas vence por 4 a 3

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
Em dia inspirado de Gel, que marcou 3 gols, o Sport vence apertado o Tabajara, da Ingazeira/PE. O Sport dominou o visitante nos dois tempos, entrando a todo instante na defesa adversária, mas finalizando mal, marcou dois gols em cada etapa, e venceu por 4 a 3.
O Sport abriu o placar com Gel, que em jogada individual driblou dois adversários e chutou forte pro gol. Em seguida, a foi bola rebatida dentro da pequena área e Ni chutou de primeira, marcando o segundo.
O Tabajara, que não havia chutado a gol, conseguiu marcar o primeiro depois de Nelson derrubar o adversário na área. Penalty convertido. E logo a seguir, em impedimento, o atacante ingazeirense marca o segundo, empatando a partida.
No segundo tempo, o Sport marca mais um com Gel chutando forte no canto direito do goleiro, e depois, mais um vez Gel, batendo colocado no rebote. O Tabajara ainda fez mais um no final, em contra-ataque o atacante correu sozinho e chutou sem chances pra Ismeraldo.

SPORT: Marcos Bacurau (Ismeraldo); Bizunga, Roni (Wellington), Nelson (Fal), Sílvio; Geraldinho, João Paulo, Messias, Zé Orlando (Peca); Gel e Ni. Técnico: Tonho Tico.

5 de jul de 2006

Faleceu Otacílio Pereira, um dos fundadores do Sport Club Tabira

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
Faleceu nesta tarde, aos 87 anos, vítima de problemas cardíacos, um dos iniciadores do futebol em Tabira e um dos fundadores do Sport Club Tabira.
Otacílio Pereira Amorim nasceu em 22 de maio de 1919, em Tabira. Ao lado do irmão Raul Pereira, de Caneca e Bino, entre outros, criaram em 1938 o Sport Club Tabira.
Foi atleta do clube de 1938 até 1945, quando passou a ser dirigente do Papai da Cidade, sempre colaborando com o futebol tabirense e entusiasmando uma nova turma de desportistas que estavam nascendo.

"Sem você a nossa história
Perde um dos grandes valores
E o Sport de Tabira
Enlutado em suas cores
Perde o mais apaixonado
De todos os torcedores".

Dedé Monteiro

25 de jun de 2006

Em jogo treino, Sport ganha de 4 a 2 da Desportiva

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
Na preparação para o Campeonato Tabirense, que começará no dia 6 de agosto, o Sport enfrentou a Desportiva, e ganhou por 4 tentos a 2. A novidade do Campeonato Tabirense 2006 será a criação de duas divisões. A Primeira Divisão contará com as 16 equipes melhor colocadas no campeonato de 2005, com excessão do Santos, que irá cumprir a punição de dois anos sem participar de campeonatos organizados pela Secretaria de Esporte, mais o Sport que estava licenciado e também com os Veteranos do Sport.
A Segunda Divisão também contará com 16 equipes, inclusive com o Juvenil do Sport e a Desportiva, adversária do Sport nesta manhã.

O JOGO TREINO - Devido à Copa do Mundo, o Sport treinou às 9 horas da manhã deste domingo. O jogo foi jogado em dois tempos de 40 minutos por causa do sol forte.
Nos quatro primeiros minutos o Sport fez dois gols, no primeiro Felipe cobrou falta, o goleiro espalmou e Ni mandou pras redes. No segundo, Gel chutou forte a meia-distância e guarda-redes da Desportiva aceitou.
A Desportiva reagiu e no 11º minuto, diminuiu o placar: 2 a 1. Antes de terminar o primeiro tempo a Desportiva empatou o jogo e o Sport fez mais um, num belo toque de letra de Messias, no cantinho.
Por causa do calor, o segundo tempo foi mais técnico e com pouca correria, melhor pro Sport que se impôs e marcou o quarto com Ni, em cobrança de falta. Final do treino, Sport 4, Desportiva 2.

Sport: Ismeraldo; Felipe (João Paulo), Roni, Nelson, Bizunga; Geraldinho (Vanzinho), Romário, Zé Horlando (Saulo), Messias; Ni e Gel. Técnico: Tonho Tico.

21 de jun de 2006

Sport empata com o Atlético na Copa dos Campeões

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
Depois de três derrotas consecutivas, o Sport quebrou a péssima seqüência de resultados e empatou com o Atlético de Campos Novos por 1 a 1, e agora soma 4 pontos na Copa dos Campeões. O resultado não era o que a torcida e os dirigentes rubro-negros esperavam, mas tira um pouco a pressão sofrida pela equipe nos últimos jogos.
O Sport demonstrou em campo o abatimento que havia tomado conta do time, que apesar de vir jogando bem, acabava perdendo as partidas. O primeiro tempo foi corrido, mas com poucas chances de gol. O Atlético ameaçou mais, e com um forte chute de Patrício de fora da área, abriu o placar da partida.
No segundo tempo, o time melhorou com a entrada de Vanderson e Jerry no meio campo e aos 30 minutos, Vanzinho recebeu bola enfiada, deu um chapeu no goleiro e mandou pras redes, fazendo um belo gol, com isso, deu números finais ao jogo. Sport 1, Atlético 1.

Sport: Ismeraldo; Carlinhos, Roni (Toninho), Adriano, Wellinghton (Sílvio); Tita (Pretinho), João Paulo, Gel, Zé Horlando (Vanderson); Ni e Vanzinho. Técnico: Tonho Tico.

* Originalmente publicado no nosso primeiro site, o www.sporttabira.v10.com.br.

8 de mai de 2006

Sport volta derrotado da Prata-PB

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
O Sport foi até a Prata-PB, 70 kilômetros de Tabira, enfrentar o Sub-20, atual campeão pratense. Há três semanas, o Sub-20 veio a Tabira, mas a partida só durou 10 minutos por causa da chuva, terminando em 0 a 0. O Papai da Cidade foi até a Paraíba para pôr fim a seqüência de duas derrotas consecutivas, mas só conseguiu ampliar o quadro negativo. É a quinta derrota no ano em doze jogos realizados.

JUVENIL - Na preliminar, o juvenil empatou em um a um com o aspirante do Sub-20.

O JOGO - O jogo começou com o time de Flores mostrando pra que veio. Com marcação sob pressão e sem deixar o adversário sair jogando, o São João Leite criou a primeira oportunidade de gol. O meio-campista dominou a bola e arrancou em direção ao gol rubro-negro, tou para o atacante que dribou Roni e bateu colocado da entrada da área, sem chances para Marcos Bacurau.
O segundo foi parecido, com o mesmo atacante rebendo na entrada da área e batendo cruzando, mais uma vez sem chances para Bacurau.

No segundo tempo, o São João Leite repetiu a dose, e com forte marcação, anulou qualquer reação do Papai da Cidade. O terceiro gol saiu de uma jogada pela lateral direita, o ala avançou e lançou na área para o atacante cabecear no canto esquerdo de Marcos. 3 a 0. Só a partir daí o Sport reagiu, e com cabeçada de Maciel, fez o de honra. Faltando quinze minutos para terminar a partida, Juliano sofreu penalti, que Saulo bateu mal, recuando nas mãos do goleiro. Final, Sport 1, São João Leite 3.

Sport: Ismeraldo; Geraldinho (Dãozinho), Juliano, Sílvio (Roni), Bizunga; João Paulo, Vanzinho, Saulo, Messias (Carlinhos); Ni (Zé Horlando) e Gel. Técnico: Tonho Tico.

30 de abr de 2006

Mesmo na chuva, São João Leite veio a Tabira com muita festa e derrotou o Sport

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
Mesmo debaixo de chuva, o time de São João Leite, distrito de Flores, veio a Tabira fazendo festa e trazendo muita gente. Mais do que trazendo gente, trouxe um ótimo time, entrosado e valente. Para o Sport, marcou a volta de três atletas, Vanzinho, Zé Horlando e Sílvio, e a ótima estréia do meio campista Maciel. Apesar do campo encharcado e em alguns pontos com poças, o jogo correu normalmente, com o placar representando o reflexo da partida, São João Leite 3, Sport 1.

JUVENIL - Na preliminar, o juvenil empatou sem gols com aspirante de time de Flores.

O JOGO - O jogo começou com o time de Flores mostrando pra que veio. Com marcação sob pressão e sem deixar o adversário sair jogando, o São João Leite criou a primeira oportunidade de gol. O meio-campista dominou a bola e arrancou em direção ao gol rubro-negro, tou para o atacante que dribou Roni e bateu colocado da entrada da área, sem chances para Marcos Bacurau.
O segundo foi parecido, com o mesmo atacante rebendo na entrada da área e batendo cruzando, mais uma vez sem chances para Bacurau.

No segundo tempo, o São João Leite repetiu a dose, e com forte marcação, anulou qualquer reação do Papai da Cidade. O terceiro gol saiu de uma jogada pela lateral direita, o ala avançou e lançou na área para o atacante cabecear no canto esquerdo de Marcos. 3 a 0. Só a partir daí o Sport reagiu, e com cabeçada de Maciel, fez o de honra. Faltando quinze minutos para terminar a partida, Juliano sofreu penalty, que Saulo bateu mal, recuando nas mãos do goleiro. Final, Sport 1, São João Leite 3.

Sport: Marcos Bacurau; Geraldinho, Bizunga, Roni (Fal), Sílvio; João Paulo, Carlinhos (Maciel), Saulo, Vanzinho (Messias); Ni e Zé Horlando (Juliano). Técnico: Tonho Tico.

21 de abr de 2006

Sport perde para o Afogadense

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
Depois de vinte três dias sem jogo por causa da chuva, o Sport foi até o Estádio Vianão, em Afogados da Ingazeira-PE, para enfrentar o Afogadense, que está em preparação para a disputa da Série B do Campeonato Pernambucano. O time afogadense reúne bons jogadores do Pajeú e de outras regiões próximas, exibiu um bom preparo físico, bem superior ao do Papai da Cidade, que há mais de três semanas não entra em campo para algum jogo, e ganhou por 3 a 2.

O JOGO - O jogo começou com forte marcação de ambas as equipes no meio-campo, e em duas oportunidades o Afogadense ficou perto de abrir o placar. Mas quem fez o primeiro tento da partida foi o rubro-negro tabirense, aos 20 minutos, após bola alçada na área, o grandalhão Ni dividou com o zagueiro e a bola sobrou para Carlinhos mandar no canto do goleiro Magal. A reação foi imediata, e em vinte e cinco minutos, o alvi-azulino de Afogados fez três gols, virando a partida com uma boa vantagem.

No segundo tempo, o Sport sentiu a falta de ritmo, e o Afogadense dominou o meio de campo durante todo tempo, exercendo forte pressão no campo rubro-negro, fazendo com que os grandes nomes do jogo fossem o goleiro Marcos Bacurau e o jovem zagueiro Fal. Apesar da pressão, por ironia do futebol e eficiência do Sport, Gel conduziu a bola em diagonal para o meio da grande área num contra-ataque, e enfiou um petardo para o goleiro afogadense só espalmar para as redes. Foi o segundo do Sport, que em poucos minutos, poderia ter empatado em duas oportunidades, com Juliano, que a queima-roupa do gol, chutou para fora e Eliciano, que após furada do guarda-redes afogadense perdeu na velocidade e permitiu a recuperação do goleiro. Fim de jogo, Sport 2, Afogadense 3.

Sport: Marcos Bacurau; Bizunga, Fal, Roni, Geraldinho; João Paulo, Carlinhos (Romário), Vanderson (Eliciano), Messias (Saulo); Ni (Juliano) e Gel. Técnico: Tonho Tico.

15 de abr de 2006

Por causa da chuva, Sport adia mais um jogo

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
Depois de mais vinte dias sem jogo por causa da chuva, o Sport enfrentaria, hoje, o Selecionado da Prata (combinado entre os dois principais times da cidade paraibana, o Sport e o Vasco), mas na metade da segunda etapa do jogo preliminar entre os dois juvenis, a chuva caiu forte e o campo ficou alagado.

O juvenil do Sport fez a preliminar com o juvenil do selecionado, e enfiou uma goleada de 4 a 0, com dois gols de Dioney, um de Juliano e um de Eliciano.

As equipes principais entraram em campo e ainda jogaram vinte minutos, depois disso, entraram em consenso e terminaram a partida.

25 de mar de 2006

Jogo contra o América de Jurú é cancelado

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
No domingo, dia 26/03, o Sport enfrentaria mais uma vez a equipe vice-campeã da Copa do Vale, o América de Jurú/PB, no Estádio O Cordeirão, mas devido as chuvas ocorreram em Tabira nos últimos dias, o campo ficou sem condições de jogo. A data do próximo jogo do Papai da Cidade fica, assim, indefinida por causa das chuvas.

Na partida realizada em Jurú, dia 11/03, o Sport venceu o América pelo placar de 4 x 1.

A próxima partida do Papai da Cidade fica, portanto, indefinida até que as chuvas dêem um tempo de trégua.

SÓCIOS - Enquanto isso, fora de campo, o Sport criou seu quadro de sócios que já conta com mais de 100 tabirenses, que pagarão uma taxa mensal de R$ 5,00, e que irá dar suporte as atividades esportivas e a estruturação do patrimônio rubro-negro.

20 de mar de 2006

Eliminado do Intermunicipal

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
O Papai da Cidade vinha embalado por três vitórias nos últimos jogos para enfrentar o Bangu, de Afogados da Ingazeira, pelas semi-finais do II Torneio Intermunicipal. Mas nem o resultado e nem o desempenho do time rubro-negro foi o esperado pelos torcedores. O Sport, jogando mal, empatou no tempo normal em 1 a 1, e perdeu nos penaltis por 4 a 2. Os grandes destaques rubro-negros foram o volante João Paulo, o zagueiro Romildo, que veio da vizinha Solidão, e o goleiro Marcos Bacurau, que estava em tarde inspirada.

O JOGO - O jogou começou com um clima tenso, que sempre acompanha um jogo entre equipes de Tabira e Afogados. Quem abriu o placar foi o Papai da Cidade, com o sempre regular João Paulo chutando forte, a bola desviou na barreira e tirou as chances do goleiro Magal chegar a bola. Sport 1 a 0. Depois disso, o Bangu tomou conta do jogo e conseguiu empatar. O lateral-direito fez bela jogada e tocou para o atacante, que após passar por Romildo foi derrubado por Wellinghton. Bateu e converteu. 1 a 1.

O segundo-tempo foi bem mais equilibrado, com os dois goleiros trabalhando bastante. Mas a partida terminou empatada e teve de ser decidada nas penalidades máximas. O Sport começou batendo com Messias, que perdeu, depois Gel converteu, Jerry perdeu, e Eliciano converteu. O Bangu foi mais eficiente e marcou os quatro penaltys. Final das penalidades, Bangu, classificado para a final 4, Sport, 2.

SPORT: Marcos Bacurau; Geraldinho, Roni, Romildo, Wellinghton (Ninha)(Toninho); Carlinhos, João Paulo (Jerry), Saulo (Vanderson), Messias; Ni (Eliciano) e Gel. Técnico: Tonho Tico.

12 de mar de 2006

Sport arrasador nos últimos 3 jogos

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
O site do Papai da Cidade ficou essas últimas 3 semanas fora do ar devido a problemas com o provedor de hospedagem, enquanto isso, no futebol, o Sport entrou numa ótima fase e em três jogos ganhou todos eles, fazendo 14 gols e sofrendo apenas 2.
Ontem, o Sport foi até Jurú-PB enfrentar o atual vice-campeão da Copa do Vale, o América, exibiu um belo futebol e goleou por 4 a 1. (Escalação abaixo).

JUVENIL - O juvenil jogou em dias diferentes do time principal. No dia 26 de fevereiro foi ao Sítio Conceição e ganhou por 3 a 0 do Conceição, com gols de Ninha, Paulo e Nenê. Domingo, dia 12 de março, recebeu o Bandeirante do Brejinho no Cordeirão e perdeu por 1 a 0, tomando um gol nos exatos 45 minutos do segundos tempo.

TORNEIO INTERMUNICIPAL - Depois da derrota para o São Tomé, o Sport jogou contra o Guarani de Água Branca-PB, onde precisava fazer três gols para se classificar às semi-finais do torneio e fez mais, bem mais. Massacrou o alviverde por 8 a 0, com três gols de Zé Horlando, dois de Gel, um de Saulo, um de Messias e um de João Paulo. O rubro-negro enfrenta agora o Bangu nas semi-finais da competição.
No dia seguinte ao jogo contra o Guarani, o Sport foi até Triunfo-PE enfrentar a seleção local, e mais uma vez ganhou, agora por 2 a 1, com um gol de Ni e um de Gel.

SPORT (contra o América de Jurú-PB): Marcos Bacurau (Ismeraldo); Geraldinho (Edilson), Roni (Ninha), Bizunga (Fal), Wellinghton (Romário); Carlinhos, João Paulo (Jerry), Saulo (Pretinho), Messias (Jerry); Ni e Gel. Técnico: Tonho Tico.

12 de fev de 2006

Sport foi à Sumé-PB e saiu derrotado pelo São Tomé

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
Com o desfalque de Gel e Messias, ambos disputando a final da Copa do Vale Pajeú pela Seleção de Solidão, o Sport foi à Sumé, enfrentar o tradicional time do Cariri, São Tomé, e perdeu por dois tentos a zero. Os juniores do Papai da Cidade empataram com os juniores do São Tomé, em 2 a 2, depois de estar perdendo por 2 a 0. No próximo sábado, 18, o Sport joga pelo II Torneio Intermunicipal, em Riacho do Gado, contra o Guarani de Água Branca/PB, dependendo somente de si para se classificar entre os quatro melhores da competição.

O JOGO. O São Tomé, que contava com os jogadores Zé Mário e Cuscuz, assíduos frequentadores do futebol do Pajeú, partiu para cima do Papai da Cidade e logo abriu o placar depois de passe em profundidade para o atacante do time paraíbano, que em velocidade driblou o goleiro e tocou pras redes. O time sumeense continuou no ataque, e fez o segundo, quando a bola caiu na frente do atacante, que sozinho, colocou no canto direito do gol rubro-negro.
No segundo tempo, o Sport melhora e poderia ter feito seu primeiro gol, se o auxiliar não tivesse errado na marcação do impedimento em Júnior, que partiu sozinho para fazre o gol. Depois disso, o jogou ficou morno e nenhum dos times ameaçou o adversário, e terminou assim. 2 para o São Tomé, 0 para o Sport.

Sport: Marcos Bacurau (Ismeraldo); Geraldinho, Roni, Bizunga, Wellinghton; Carlinhos , João Paulo (Jerry), Saulo (Júnior), Vanzinho (Vanderson); Ni e Zé Horlando (Pretinho). Técnico: Tonho Tico.

* Originalmente publicado no nosso primeiro site, o www.sporttabira.v10.com.br.

5 de fev de 2006

Sport consegue primeira vitória no ano

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
Depois de cinco jogos sem vencer, o Papai da Cidade atropela a Seleção de Triunfo e goleia por 4 a 1, com dois gols de Ni, um de João Paulo e um de Zé Horlando. Para esse jogo o Sport contou com a estréia dos dois ex-Santos da Granja, Messias (meio-campo) e Bizunga (zagueiro).

O JOGO. O Sport se impôs desde o começo do jogo, e aos 15 minutos, Geraldinho lançou bola para o grandalhão Ni cabeçear na saída do goleiro. Logo em seguida, falta para o Sport no meio-campo, João Paulo soltou o pé e mandou um foguete rasteiro, sem chances para o goleiro. No fim do primeiro tempo, o zagueiro da Seleção de Triunfo é expulso por reclamação.
Com um homem a mais em campo, o time do Sport relaxa e permite uma reação do adversário, após falta cobrada na trave, a bola sobra para o atacante tocar para as redes, 2 a 1. Após o gol, o zagueiro Bizunga é expulso e ambos os times ficam com dez homens. Mas é dia do rubro-negro tabirense, e depois de receber a bola na entrada da área, Ni toca na saída no goleiro, 3 a 1. O Sport perde muitas chances de gol até Zé Horlando receber e chutar colocado. Fim de partida, Sport 4, Seleção de Triunfo 1. No próximo domingo, o Papai da Cidade vai até Sumé enfrentar o São Tomé.

Sport: Marcos Bacurau; Geraldinho, Fal, Bizunga (Roni), Wellinghton (Peca); Carlinhos (Vanzinho), João Paulo, Saulo, Messias (Pretinho); Ni (Anderson) e Gel (Zé Horlando). Técnico: Tonho Tico.

* Originalmente publicado no nosso primeiro site, o www.sporttabira.v10.com.br.

28 de jan de 2006

Com uma vitória simples o Sport garantiria sua vaga na final, mas acabou empatando com o Botafogo

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
O Sport dependia apenas de si para alcançar uma vaga na final da Copa dos Campeões contra o já classificado Coritiba da Borborema, mas acabou empatando em 2 a 2 com o Botafogo do Brejinho e agora está praticamente eliminado da Copa. O Papai da Cidade passa a depender agora do resultado do jogo de amanhã, Domingo, 28, entre o Santos da Granja e o Atlético de Campos Novos, interessando ao rubro-negro somente a vitória simples do Atlético ou o empate. Na preliminar o juvenil do Sport empatou com o juvenil do Botafogo em 0 a 0.

O JOGO. O Sport entrou em campo com uma posição privilegiada na Copa dos Campeões e com uma vitória simples garantia sua vaga na final. Mas o que se viu foi um Botafogo, que apesar de eliminado, estava determinado a ganhar o jogo, e do outro lado, um Sport completamente perdido. Aos 20 minutos, a bola sobra para o atacante do Botafogo, que mandou para as redes. Como nos outros jogos, o Sport só acordou depois de tomar um gol, e aos 37 minutos, Ni recebou bola na entrada da área e chutou de trivela, empatando para o Sport. Depois disso, o lateral do Botafogo foi expulso e o rubro-negro passou a contar com um jogador a mais em campo. No segundo tempo, o Botafogo jogou com mais raça, e não deixava o ataque rubro-negro construir jogadas com perigo de gol. O time do Brejinho, num contra-ataque, passou mais uma vez à frente do placar, com o gol chorado, passando por toda a zaga do Sport até chegar ao atacante do Brejinho que só encostou para o gol. Desespero do time do Sport, que só empatou aos 43 minutos, novamente com Ni, que ganhou a disputa de bola no ar com o goleiro botafoguense, e cabeçou para o gol vazio. Não deu mais tempo para nada. Sport 2, Botafogo 2.

Sport: Ismeraldo; Carlinhos (Zé Horlando), Roni (Saulo), Adriano, Wellinghton (Fall); Tita, João Paulo, Vanderson (Pretinho), Vanzinho; Ni e Gel. Técnico: Tonho Tico.

* Originalmente publicado no nosso primeiro site, o www.sporttabira.v10.com.br.

8 de jan de 2006

Sport perde o jogo e a liderança da Copa dos Campeões para o Coritiba

Postado por Fernando Felipe Comente aqui!
Na preliminar o juvenil do Sport começou o ano com mais uma vitória, a 13a. nos 15 jogos realizados desde o ano passado. Agora foi contra o aspirante do Coritiba da Borborema.
Quem fez feio foi o time principal do Sport, que com cinco delfaques (2 delas expulsões), perdeu a terceira partida seguida.
O Coritiba marcou primeiro depois de cobrança de escanteio, o atacante alvi-verde cabeçeou e chutou para o goleiro Marcos fazer duas grandes defesas, mas a zaga rubro-negra só olhou o atacante chutar mais uma vez no rebote e mandar para o fundo das redes. A reação foi imediata, e em cinco minutos o Sport virou a partida, com Tita em cobrança de falta e com Ni, que após lançamento de João Paulo, matou no peito e fuzilou o goleiro. No segundo tempo, o lateral Claudino foi expulso e o Coritiba virou a partida com um gol aos 20 minutos e outro aos 28 de penalti. Final, Coritiba 3, Sport 2.

Sport: Marcos; Carlinhos, Toninho, Adriano, Claudino; Tita, João Paulo, Pretinho (Betinho), Vanzinho (Saulo); Ni (Eliciano) e Zé Horlando. Técnico: Tonho Tico.

* Originalmente publicado no nosso primeiro site, o www.sporttabira.v10.com.br.
 

Sport Club Tabira - Copyright © 2012. Modelo de Ipietoon, modificado por Fernando Felipe e Fabrício Cordeiro.